Matador

‘Serial Killer’ é preso após ter matado 10 pessoas no Maranhão

Além de ser suspeito de 10 assassinatos, Claudinei Pereira Lima, mais conhecido como “Dinei”, também seria líder da facção criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC)

Reprodução

Uma ação da polícia maranhense culminou na prisão de um homem que era procurado por conta seus inúmeros crimes. Ele foi identificado como Claudinei Pereira Lima, mais conhecido como “Dinei”, e é suspeito de liderar Organização Criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC), em Imperatriz, além de ser o principal suspeito de assassinar cerca de 10 pessoas.

Ele foi capturado durante uma festa, que acontecia na cidade, em ação rápida do Grupo de Serviço Avançado (GSA), do 3º Batalhão de Polícia Militar.

A polícia recebeu a informação de que Dinei estava em um show, no Parque de Exposições Lourenço Vieira da Silva. A equipe do GSA foi até o local e durante monitoramento no show conseguiu prendê-lo e dar em cumprimento de um mandado de prisão, que estava em aberto contra ele.

Claudinei já havia sido preso, mas foi posto em liberdade, com monitoramento eletrônico, mas ele conseguiu tirar a tornozeleira. Segundo a Polícia Civil, Dinei é suspeito de ter cometido pelo menos dez homicídios e tentativas de homicídios em Imperatriz, nos últimos meses.

O mais recente homicídio, segundo a polícia, teve a participação dele, e vitimou Ítalo Carlos da Conceição Soares, de 24 anos. O crime aconteceu no dia 27 de outubro. Ainda de acordo com a polícia, Claudinei é também é suspeito ser o autor da tentativa de homicídio de mais duas pessoas ocorrida no dia 2 de novembro.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS