Série B

Marcinho entrega o cargo após mais uma derrota do Sampaio

O Sampaio Corrêa vive um inferno astral após a conquista inédita da Copa do Nordeste e vem em queda livre na Série B do campeonato Brasileiro

Reprodução

Quatro derrotas seguidas, vice-lanterna da Série B do Brasileiro e ainda um crise interna, onde o técnico Marcinho Guerreiro entregou o cargo após a derrota para o Goiás-GO, nesta segunda-feira (5), em Goiânia.

O Sampaio Corrêa vive um inferno astral após a conquista inédita da Copa do Nordeste e vem em queda livre no Brasileiro. Marcinho Guerreiro é o segundo treinador após a demissão de Roberto Fonseca, comandante da Bolívia na conquista do Nordestão.

Apesar de querer deixar o Tricolor, Marcinho está esperando o presidente Sérgio Frota para uma conversa, nesta terça-feira (6). Frota não aceitou a demissão do técnico, que há duas semanas renovou com Marcinho para a temporada 2019.

Marcinho foi contratado em setembro deste anos após a demissão de Paulo Roberto. Ele estreou com empate sem gols diante a Ponte Preta, fora de casa, na 26ª rodada.

Já foram 10 partidas, com dois empates, três vitórias e cinco derrotas, sendo que nas últimas quatro rodadas, o Tricolor só perdeu, se afundando na zona de rebaixamento.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS