Brutalidade

Criminosos sequestram, fazem reféns e assaltam em São Luís

Bandidos sequestram taxistas e são presos ao fazerem vítimas de reféns em bar, na Avenida Santos Dumont, em São Luís. O motorista do táxi foi liberado e já teve o carro recuperado

Reprodução

Uma quadrilha realizou um assalto com sequestro-relâmpago, na capital São Luís. Na última segunda-feira (24), um taxista foi alvo de criminoso. Eles se passaram por passageiros, que normalmente queriam uma “corrida”.

Durante o percurso, os integrantes do bando anunciaram o sequestro e o carro foi usado para assaltos em um bar na Avenida Santos Dumont.

Como aconteceu
O caso aconteceu após um casal chegar a um posto de táxi na Forquilha e solicita a corrida ao motorista. Ele disseram que iriam até a Avenida dos Africanos, nas proximidades do bairro Coroadinho. Ao chegar ao destino, o homem sacou uma arma e anunciou o assalto.

outros comparsas se aproximaram do veículo e ajudaram a levar a vítima até um cativeiro, em um local afastado da avenida. Lá, um dos bandidos ficou vigiando o taxista, que estava amarrado com um cinto.

Os outros cinco bandidos saíram com o veículo, um Fiat Punto, de cor branca, para iniciarem os assaltos. Eles invadiram um bar na Avenida Santos Dumont, onde também fizeram reféns.

A Polícia Militar foi informada sobre o crime no bar, montando um cerco ao redor do estabelecimento e os policiais começaram as negociações. No início dois se entregaram. Eles estavam dois revólveres.

Outros dois tentaram fugir pulando muros, mas foram capturados. Os quatro foram encaminhados para o Plantão da Cidade Operária. Eles foram identificados como Luís Jorge Silva Santos, de 26 anos; André Felipe Sousa Barbosa, de 19 anos; e Enildo Ribeiro Pereira, de 18 anos. Além deles, um adolescente de 17 anos foi apreendido.

Um quinto suspeito estava dentro do táxi, na porta do bar, e fugiu no momento da chegada da polícia. Ele abandonado o veículo na Vila Lobão.

O taxista foi libertado, mais tarde, pelo sequestrador que o mantinha como refém. Ele pediu ajuda em uma residência próxima. O taxista foi encaminhado ao Plantão da Cidade Operária, onde prestou informações e teve o seu carro recuperado. A polícia realiza buscas para prender os outros dois envolvidos no crime, que estão foragidos.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS