Sampaio Corrêa

3 técnicos e rendimento abaixo do esperado

Com três técnicos nesta temporada, time do Sampaio Corrêa amarga uma das piores campanhas na Série B do Campeonato Brasileiro

Reprodução

Culpa do treinador? Alguns podem achar isso quando o assunto é futebol! Mas a campanha que o Sampaio Corrêa faz mostra que dentro de campo os jogadores não estão correspondendo. De campeão da Copa do Nordeste a provável rebaixamento, assim torcedores, crítica esportiva e outros olham o Tricolor neste momento.

Com um jejum de vitórias de 12 jogos, sendo que não marca gols há quatro rodadas, a Bolívia Querida ainda vê o seu ex-treinador dar uma alavancada na equipe do Londrina. Isso mesmo! O técnico Roberto Fonseca faz excelente início de trabalho no time catarinense.

Roberto assumiu a equipe do Londrina há três rodadas, sendo que dos nove pontos disputados, conquistou seis, tirando o time da zona de rebaixamento e levando para a metade da tabela, na 12ª colocação.

Fonseca foi trocado por Paulo Roberto, que já está a frente do time há quatro jogos. Dos 12 pontos disputados, Paulo conseguiu apenas 2, ou seja, 16% de aproveitamento.

Paulo Roberto já não vinha realizando um ótimo trabalho no São Bento. Nos últimos três anos foram 81 jogos com 33 vitórias, menos da metade. Em 2018, o treinador jogou 28 vezes, 24 pelo São Bento e 4 pelo Sampaio, com apenas 7 vitórias, sendo todas pela equipe paulista.

Em 2016 foi a melhor marca de Paulo, com 29 jogos e 15 vitórias, sendo que ele venceu mais da metade dos jogos. Em 2017, aumentou o número de jogos, mas diminuram as vitórias. No ano passado foram 37 partidas e 14 resultados positivos.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS