Caso Póvoas

“Pelo amor de Deus, me perdoa!”, diz envolvido em morte de PM

Suspeito de envolvimento no assassinato do sargento PM Póvoas pede perdão para a família do militar, em vídeo divulgado em redes sociais

Reprodução

Após a morte do sargento PM Póvoas, assassinado durante tentativa de assalto, no bairro do Maiobão, em Paço do Lumiar, duas pessoas suspeitas de participação no crime foram mortas e uma continua internada em um hospital da capital maranhense.

Identificado apenas como “Davi”, o rapaz foi baleado durante troca de tiros entre os criminosos e o sargento Póvoas. Ele foi socorrido pelos comparsas e deixando em um hospital.

Depois de passar por procedimentos cirúrgicos, Davi divulgou um vídeo pedindo desculpas para a família do policial militar. Na gravação ele diz: “eu sou o Davi. Me perdoa familiares do policial! Pelo amor de Deus, eu não queria fazer isso não! Pelo amor de Deus, me perdoa!”.

Davi, após receber alta médica, deverá ser encaminhado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS