Brutalidade

Padrasto detalha como degolou criança de apenas 9 meses

Durante depoimento, Francielson Gomes Pereira, de 18 anos, contou como assassinou o enteado Ângelo Gabriel Sousa Borges, com cinco golpes de facão

Reprodução

O brutal crime, onde uma criança de 9 meses foi degolada pelo padrasto, começou a ser elucidado. O crime aconteceu na cidade de Governador Edison Lobão, e as investigações estão sendo realizadas na Delegacia Regional de Imperatriz.

Durante depoimento, Francielson Gomes Pereira, de 18 anos, contou como assassinou o enteado Ângelo Gabriel Sousa Borges. Francielson teve várias brigas com a mãe da criança, uma adolescente de apenas 15 anos, com quem vivia há cinco meses. Ela tinha a intenção de deixar o rapaz até o fim de mês.

A mãe da criança revelou à polícia, que toda vez que se falava em separação, o suspeito ameaçava se suicidar. Mas desta vez Francielson praticou o crime bárbaro.

Francielson confessou a autoria do assassinato e ainda disse que pegou a criança no horário do almoço, e conseguiu fazê-la dormir um pouco em uma rede.

Após o bebê dormir, ele foi até outro quarto e pegou um facão, colocou a criança em cima de uma cama e começou a golpear no pescoço dela.

A criança chorou no primeiro golpe e Francielson só para de golpeá-la quando o bebê caiu no chão. O suspeito disse que foram pelo menos cinco golpes.

Após matar a criança, Francielson Gomes disse que sentou na porta de casa e esperou a polícia chegar.

A mãe que estava fora de casa por cerca de 20 minutos, ao chegar, e perceber que o filho estava morto, chamou a polícia.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS