Brutalidade

Assassino de avô é morto dentro de cela após briga com detentos

Buchudo utilizou um pedaço de madeira e agrediu Jucier, quando ele estava dormindo. Os outros detentos perceberam a agressão e partiram para cima de Buchudo

Reprodução

Na madrugada deste domingo (8), Francimilson Lopes Cabral, o “Buchudo”, de 23 anos, principal suspeito de assassinar o avô de 81 anos, município de Alto Alegre do Maranhão, morreu após uma confusão dentro da delegacia da cidade.

O carceireiro da unidade prisional informou aos policiais militares que estava acontecendo uma briga entre detentos dentro de uma das celas.

Ao chegarem no local Francimilson Buchudo estava caído e com sangramento na cabeça. O outro envolvido na confusão, identificado como “Jucier”, também estava com um sangramento na cabeça.

De acordo com informações dos presos, Buchudo utilizou um pedaço de madeira e agrediu Jucier, quando ele estava dormindo. Os outros detentos perceberam a agressão e partiram para cima de Buchudo, o agredido. Os dois feridos foram levado de ambulância até o Hospital Geral de Alto Alegre do Maranhão, mas Francilmilson Buchudo não resistiu aos ferimentos e morreu a caminho do hospital. Já Jucier foi medicado e liberado.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS