Região Metropolitana

Bandidos são presos por ameaçar policial reformado na Vila Kiola

Segundo o Major Marcelo, comandante do 6ºBPM, os criminosos já costumavam aterrorizar outros moradores da região, que é polo de facção criminosa

Reprodução

Quatro bandidos que ameaçaram um sargento reformado da polícia militar, em sua residência no bairro da Vila Kiola, região metropolitana de São Luís, foram presos na noite desta segunda-feira, 11.

Desde o último sábado, 10, o sargento reformado Anastácio, vinha sofrendo ataques em sua casa, onde os suspeitos atiraram pedras e fogos de artifício, proferindo ameaças de morte.

De acordo com o Major Marcelo, comandante do 6º BPM da Cidade Operária, esse ato não foi isolado, uma vez que bandidos já costumavam aterrorizar outros moradores da região, que é polo de facção criminosa. “Não é só pelo fato de se tratar de um policial, mas pela gravidade da situação. Integrantes  de facções costumam retirar os cidadãos de suas propriedades para se acomodar no interior das casas”, informa o major. “Várias pessoas já haviam sido acometidas por esse terror, mas não tiveram coragem de denunciar”, acrescenta.

Em decorrência disso, três homens identificados como Carlos César Amorim Silva, de 25 anos; Rodrigo Sousa de Brito, de 30 anos; e Josenilson Bento Sousa Camara, de 27 anos, foram presos e um adolescente de 16 anos foi apreendido.

Ainda no dia das ameaças, a vítima acionou a Polícia Militar, que agiu em operação conjunta com equipes do 13ºBPM, além do Grupo de Serviço Avançado (GSA) e da Diretoria de Inteligência e Assuntos Estratégicos (DIAE) da Polícia Militar.

A PM de pronto realizou a identificação dos envolvidos por já serem conhecidos de outras prisões e abordagens, além de possuírem extensa ficha criminal, por porte ilegal de arma de fogo e tráfico de drogas. Iniciadas as diligências, os policiais localizaram os criminosos em suas respectivas residências.

Os quatro foram apresentados na delegacia do Jardim Tropical, onde o menor confessou a participação no crime. Todos Foram autuados por dano qualificado com uso de violência e grave ameaça.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS