Bala perdida

Suspeitos de matar criança de 10 anos na Cidade Olímpica são presos

A menina de 10 anos foi atingida por uma bala perdida na cabeça no dia 8 de maio e acabou não resistindo. Os suspeitos já respondem por porte ilegal de arma

Reprodução

Envolvidos na morte de uma criança de 10 anos, vítima de bala perdida no bairro da Cidade Olímpica no dia 8 de maio tiveram a prisão temporária decretada nesta sexta-feira, 08.

Natanael Pacheco Moura e José Ricardo de Castro Lobato, ambos de 19 anos, já estavam presos no Complexo Penitenciário de Pedrinhas desde o dia 10 de maio, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo.

Um inquérito policial foi aberto desde então pela Superintendência de Homicídios e Proteção à Pessoa (SHPP) para apurar o caso o que levou à associação dos suspeitos à bala que atingiu e matou a criança.

O Instituto de Criminalística (Icrim), porém ainda não emitiu resultado do laudo de comparação balística, fato pelo qual a prisão solicitada tem o prazo de 30 dias. Caso seja comprovado que a bala tenha sido proveniente da arma de fogo da dupla, a prisão deve ser convertida em preventiva, até que se realizem todos os procedimentos judicialmente cabíveis.

Relembre

Mãe, Núbia Lafaiete e a filha retornavam para casa na Cidade Olímpica quando repentinamente uma troca de tiros se inicia, atingindo a criança na regiçai da cabeça.

A menina de 10 anos foi socorrida e encaminhada ao Hospital Municipal Djalma Marques, o Socorrão I, mas não resistiu e veio à óbito.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS