Crime e prisão

“Zoiúdo” explode banco e vai curtir dinheiro fruto do crime

Operação da Polícia Civil, através da Seic, prende suspeito de explodir Banco do Brasil, da cidade de Zé Doca, em janeiro deste ano

"Zoiúdo" estava com um carro que comprou com o dinheiro do roubo ao Banco do Brasil

Em resposta rápida no combate à criminalidade, a Polícia Civil do Maranhão, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais (Seic), conseguiu prender José Nazareno Ferreira de Sousa, mais conhecido como “Zoiúdo”, suspeito de integrar uma quadrilha especializada em atacar instituições financeiras nas regiões norte e Nordeste do país. A prisão foi executada na cidade paraense de Irituia, que fica a 170 km de Belém, capital do Pará.

Segundo o delegado Luís Jorge, o preso é suspeito de participação no ato criminoso que resultou na explosão dos cofres da agência do Banco do Brasil do município de Zé Doca, ocorrido em janeiro deste ano.

Na ocasião, os criminosos fortemente armados fizeram várias pessoas reféns e ainda atacaram o Destacamento da Polícia Militar, levando consigo uma expressiva quantia em dinheiro.

O mandado de prisão foi expedido pela 2ª Vara de Zé Doca, sendo executado no estado do Pará, no momento em que Zoiúdo dirigia um veículo, que segundo as investigações foi adquirido com sua parte do dinheiro no assalto.

Ressalta-se que uma semana após o crime, uma operação conjunta entre as polícias civis do Maranhão e Pará conseguiu prender uma parte dos criminosos. Tais prisões e a soma de elementos criminais concluíram na participação de Zoiúdo no crime.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS