Em cana

Falso médico é preso por aplicar golpes no Maranhão

O golpista aproveitava a fragilidade das pessoas que estavam com familiares internados em estado grave nos hospitais particulares e, através de contato telefônico, fingiam ser médicos para solicitar o pagamento de procedimentos

Maycon agia com comparsas que estão presos no Mato Grosso

Operação da Polícia Civil, por intermédio da Superintendência Estadual de Investigações Criminais – Seic, e da Delagacia de Roubos e Furtos, da cidade de Rondonópolis, Mato Grosso, prendeu em flagrante, Maycon Araújo Almeida, de 23 anos, pelo crime de estelionato.

Maycon, que já estava em liberdade provisória respondendo pelos crimes de Roubo, Porte ilegal de Arma de fogo e tráfico de drogas, agia com comparsas que se encontram custodiados no presídio de Mata Grande-MT, e aplicavam o golpe em vítimas de vários estados, como São Paulo, Rio Grande do Norte, Mato Grosso do Sul, Rio Grande do Sul e Maranhão.

Os golpistas se aproveitavam da fragilidade das pessoas que estavam com familiares internados em estado grave nos hospitais particulares de renome e, através de contato telefônico, fingiam ser médicos para solicitar o pagamento para a realização de Exames e Procedimentos em caráter de urgência, alegando iminente risco de morte.

Primeiramente eles conseguiam detalhes do prontuário dos pacientes ligando para o hospital e passando-se por médicos da casa, depois disso, entravam em contato com os familiares dos internados utilizando as informações obtidas para solicitar os valores.

Apesar de o golpe ser bastante conhecido em todo o Brasil, e dos diversos avisos espalhados pelos hospitais, ainda é comum que eles consigam a vantagem em virtude da situação emocional das vítimas.

No Maranhão, há relatos de pelo menos quatro casos só na última semana, e tudo indica que este número pode ser muito maior, uma vez que as vítimas, na maioria das vezes não chegam a registrar ocorrência policial.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS