Nas arquibancadas

Sampaio e Moto entre os melhores

Confira o ranking de público dos clubes das Séries A, B, C e D do Brasileirão. Sampaio e Moto estão entre os 55 melhores clubes

O Sampaio Corrêa conseguiu o acesso e levou 91 mil pessoas durante a Série C do Brasileiro

Campeão no campo e na arquibancada. Além de conquistar o sétimo título brasileiro, o Corinthians também terminou 2017 com a melhor média de público pagante se considerarmos os confrontos realizados como mandantes pelos 128 clubes das Séries A, B, C e D da mais importante competição do futebol nacional. Nas 19 partidas que entrou em campo na sua Arena, o Timão foi o único que registrou média superior a 40 mil espectadores (40.007).

Na sequência aparece o São Paulo (35.227), que mesmo não lutando diretamente pelas primeiras posições, teve os três maiores públicos levando-se em conta as quatro divisões do Brasileirão – São Paulo 1 x 1 Corinthians (61.142), São Paulo 1 x 1 Bahia (60.485) e São Paulo 3 x 2 Cruzeiro (56.052). Presença que foi fundamental para o time do Morumbi escapar do rebaixamento. Lembrando que o clássico Majestoso e o duelo contra o Tricolor baiano também são os dois maiores públicos do país na temporada juntando todas as competições.

Sampaio Corrêa e Moto Club
Mas os clubes maranhenses não fizeram feio na temporada passada. O Sampaio Corrêa e o Moto Club estavam na Série C do Brasileiro e não fizeram feio.

A Bolívia Queria, além de ter conseguido do acesso à Série B do Brasileiro, pois tinha caído em 2016, ocupa a 24ª colocação entre os 128 que entraram no ranking das equipes que disputaram o Brasileiro, na Série A, B, C e D.

O Tricolor levou ao estádio 91.944 pessoas durante as nove partidas que fez como mandante, com uma média de 8.359 por jogo.

O Papão do Norte, que acabou rebaixado, está entre os 55 times com maior média de público. O Rubro-Negro maranhense levou 21.532 torcedores em nove jogos no Estádio Castelão. A média de público foi de 2.392 pagantes nos jogos do Moto.

MAC e Cordino
Maranhão Atlético Clube e Cordino disputaram a Série D do Brasileiro. As duas equipes aparecem entre os 128 clubes no ranking. Nos seis jogos que o Bode Gregório fez na competição nacional, levou 5.839 torcedores ao estádio, com média de público de 973 pessoas em cada jogo. O Quadricolor ocupa a 72ª colocação no ranking.

Já a Onça de Barra do Corda ficou no fim do ranking. O time do interior do Maranhão ocupa a 106ª colocação, pois levou ao Estádio Leandrão apenas 992 torcedores nos três jogos que fez pelo Brasileiro. A média de público do Cordino foi de 331 por jogo.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS