"Carlos Show"

Suspeito de assassinar radialista é preso após investigação

Investigação da polícia maranhense culmina na prisão de homem suspeito de assassinar radialista a facadas, em Coelho Neto

"Galego" é suspeito de matar o radilista e locutor "Carlos Show"

Uma ação rápida da Polícia Civil da cidade de Coelho Neto, distante 385 km de São Luís, resultou na prisão em flagrante de Gustavo Morais Machado, mais conhecido como “Galego”, de 18 anos.

Galego seria o principal suspeito de assassinar, a facadas, o radialista e locultor, Francisco Ramyllson Barros, o “Carlos Show”. O crime teria ocorrido na madrugada da última segunda-feira (15), no bairro São Francisco, em Coelho Neto.

A prisão foi coordenada pelo delegado Sidney Walston, que ainda informou que as investigações tiveram como base imagens gravadas de câmeras de segurança. Depoimentos de testemunhas, que relataram o comportamento de Galego no local do crime, também ajudaram na elucidação do caso.

Ainda de acordo com o delegado, foram encontradas peças de roupas sujas de sangue usadas por Galego, no dia do ato criminoso, sendo confirmadas de sua propriedade.

Durante depoimento na delegacia, o suspeito negou a participação no homicídio. O delegado ressaltou que Gustavo foi autuado em flagrante pelo crime de homicídio consumado.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS