Televisão

Famílias que instalam kit digital concorrem a prêmios

Campanha Instalação Premiada tem o objetivo de estimular famílias de baixa renda a instalarem a antena digital

Célio Tinôco, do Monte Castelo, já recebeu o kit gratuito e vai concorrer aos prêmios

As famílias de baixa renda atendidas pelo Governo Federal da região de São Luís, que estão recebendo kits gratuitos da Seja Digital, entidade responsável pela operação do processo de migração do sinal de TV no Brasil, podem concorrer a sorteios de R$ 2 mil, em cartões pré-pagos.
Para participar, as famílias devem, primeiro, verificar se têm direito ao kit distribuído pela Seja Digital, ligando gratuitamente para 147 ou acessando o site sejadigital.com.br/kit e, em caso afirmativo, realizar o agendamento, escolhendo a melhor data, horário e local para retirar os equipamentos.

Com o kit em mãos, basta seguir as instruções para instalar o conversor e a antena digital. No final do processo de instalação aparece um código na tela da TV, que deve ser cadastrado no site sejadigital.com.br/concorra ou no telefone 147 (ligação gratuita). Informando o código, o beneficiário já estará participando do sorteio e concorrendo aos prêmios.

Os sorteios serão realizados quinzenalmente até o desligamento do sinal analógico de TV, que acontecerá no dia 28 de março de 2018 nos municípios de São Luís, Alcântara, Bacabeira, Bacurituba, Icatu, Paço do Lumiar, Raposa, Rosário, São Bento e São José de Ribamar.

O primeiro sorteio acontece nesta quarta-feira (17). Serão 4 prêmios de R$ 2 mil, em cartões pré-pagos.

O nome dos vencedores será divulgado no site da Seja Digital e em sua página no Facebook.

Sobre a Seja Digital
A Seja Digital (EAD – Entidade Administradora da Digitalização de Canais TV e RTV) é uma instituição não governamental e sem fins lucrativos, responsável por operacionalizar a migração do sinal analógico para o sinal digital da televisão no Brasil. Criada por determinação da Anatel, tem como missão garantir que a população tenha acesso à TV Digital, oferecendo suporte didático, desenvolvendo campanhas de comunicação e mobilização social e distribuindo kits para TV digital para as famílias cadastradas em programas sociais do Governo Federal.

Também tem como objetivos aferir a adoção do sinal de TV digital, remanejar os canais nas frequências e garantir a convivência sem interferência dos sinais da TV e 4G após o desligamento do sinal analógico. Esse processo teve início em abril de 2015 e, de acordo com cronograma definido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, mais de 1.300 municípios terão o sinal analógico desligado até 2018.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS