R$ 7 mil

Editais com 1.000 vagas para empregos até terça

O concurso público será válido por dois anos, contados a partir do dia em que for consolidado o resultado final, havendo possibilidade de prorrogação, por conveniência administrativa

Os aprovados convocados terão salários mensais iniciais de até R$ 7.425,31

A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (EMSERH) publicou os editais n.º 01, 02 e 03/2017 do concurso público que oferece 1.000 vagas em seu quadro efetivo das áreas administrativa, médica e assistencial. Os aprovados convocados terão salários mensais iniciais de até R$ 7.425,31 e a organização da seletiva está por conta do Instituto AOCP.
Na área médica, conforme o edital 02/2017, são ofertadas 60 vagas para Médicos de diversas especialidades. No edital 01/2017, que se destina à área administrativa, são 630 vagas para ps empregos de Assistente Administrativo, Advogado, Analista Administrativo e Jornalista. Por fim, no edital 03/2017, da área assitencial, estão previstas 310 oportunidades distribuídas para os empregos de Enfermeiro (diversas especialidades), Técnico de Enfermagem, Biomédico, Bioquímico, Farmacêutico, Fisioterapeuta, Fonoaudiólogo, Nutricionista, Odontólogo, Psicólogo, Terapeuta Ocupacional e Técnico em Saúde Bucal.
Interessados deverão se inscrever até esta terça-feira, dia 9 de janeiro de 2018, no endereço eletrônico www.institutoaocp.org.br. Será cobrada taxa de inscrição de R$ 80 ou R$ 120.
O concurso terá duas fases: a primeira será composta de provas objetivas e específicas; a segunda será a apresentação de títulos para os classificados dentro do número de vagas. A prova objetiva será aplicada na data provável de 18 de fevereiro de 2018, nas seguintes cidades: Balsas, Barra do Corda, Caxias, Codó, Imperatriz, Itapecuru, Pinheiro, Presidente Dutra, Rosário, Santa Inês, São João dos Patos, São Luís, Timon e Zé Doca.
O concurso público será válido por dois anos, contados a partir do dia em que for consolidado o resultado final, havendo possibilidade de prorrogação, por conveniência administrativa.
VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS