"Segura doido"

Suspeito diz a polícia que iria fumar 1 kg de maconha

“Didi” informou que a maconha era para o uso próprio e que já chegou a plantar maconha em casa. A arma de fogo seria para sua auto proteção já que trabalha com carpintaria

"Didi" revelou que a droga era para fumar e a arma para se proteger

A Polícia Civil do Maranhão, através da 8ª Delegacia Regional de Zé Doca, prendeu em flagrante Valdir Pereira, o “Didi”, de 36 anos, pelos crimes de tráfico de entorpecentes e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito.
Chegou ao conhecimento da equipe Polícia Civil em Zé Doca, que Didi estaria traficando drogas e possivelmente possuíria arma de fogo no Povoado Quinto Braço, Zona Rural da cidade.
A Polícia saiu em diligências ao povoado e na casa do suspeito, durante revista foi localizado, em um dos quartos um saco de um quilo de maconha, um embrulho de papel contendo sementes da droga e mais alguns cigarros da “erva maldita”, além de um rifle calibre 44.
Didi informou que a maconha era para o uso próprio e que já chegou a plantar maconha em casa. A arma de fogo seria para sua auto proteção já que trabalha com carpintaria.
VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS