Rosário

“Cai-Cai” é preso por suspeitas de homicídio

Wendell “Cai-Cai” foi denunciado para a polícia e preso dava conta de que ele estava hospedado na casa de um dos maiores traficantes do município

"Cai-Cai" teria ido a Rosário para matar uma pessoa e terminou em cana

Após denúncia anônima, a polícia prendeu um homem suspeito de homicídio em Rosário. A informação relatava que um homem de alta periculosidade teria chegado à cidade, vindo de Imperatriz, para praticar homicídio a mando de facção local.

A denúncia também dava conta de que ele estava hospedado na casa de um dos maiores traficantes do município. De imediato, foi deflagrada uma operação conjunta da Polícia Militar e Polícia Civil com finalidade de prender o criminoso.

Chegando ao local, os policiais realizaram cerco nas casas suspeitas e, com o consentimento dos proprietários, foram realizadas as buscas nas residências, sendo capturado o foragido e apreendidos drogas e dinheiro. O homem foi identificado como Wendell de Sousa, mais conhecido como “Cai-Cai”, suspeito de homicídio na cidade de Imperatriz.

Cai-Cai já se encontrava na condição de foragido do sistema prisional de Pedrinhas. Outros dois homens também foram conduzidos: Rafael Carvalho Rabelo e Irineu de Jesus Rabelo. Os policiais apreenderam R$ 1.533, 28 pedras de crack, materiais utilizados para embalar as drogas, ligas para amarrar dinheiro e um aparelho celular. Os suspeitos foram apresentados na Delegacia de Rosário, sem lesões corporais, onde foram autuados em flagrante.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS