Pena

Roberto Elísio é condenado a 10 anos por torturar a mãe

Além dos 10 anos de prisão, Roberto Elísio também terá que pagar R$ 2 milhões como efeito da condenação pelos danos causados à vítima

Por: sauloduailibe
Foto: Roberto Elísio foi preso após torturar a própria mãe, uma idosa de 84 anos

A decisão da juíza titular da 8ª Vara Criminal de São Luís, Oriana Gomes, na ação penal proposta pelo promotor de Justiça José Augusto Cutrim, condenou o bacharel em Direito, Roberto Elísio Coutinho de Freitas, foi condenado a 10 anos de reclusão pela prática de crimes contra a própria mãe, uma professora universitária aposentada, de 84 anos e doente de Alzheimer. Ele também terá que pagar R$ 2 milhões como efeito da condenação pelos danos causados à vítima.

A pena deverá ser cumprida em regime fechado no Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde o acusado já está preso provisoriamente desde maio deste ano.

Roberto Elísio Coutinho foi condenado pelos crimes de tortura, apropriação indébita e por retardar ou dificultar a assistência à saúde da vítima. Em todos eles, a juíza aumentou a pena por se tratar de crime de tortura contra idoso e pela continuidade delitiva. Na sentença de 56 laudas, a magistrada também determinou que o acusado pague o equivalente a 200 dias-multa (um trigésimo do salário mínimo) em relação a cada um dos crimes de apropriação indébita e por deixar a idosa sem assistência médica.

A juíza não aceitou as preliminares da defesa de inimputabilidade do réu (alcoolismo e esquizofrenia) e atipicidade, e também discordou do laudo pericial apresentado pelo denunciado, de que o réu antes de ser preso deveria ser internado em clínica particular por 90 dias. Na decisão, a magistrada determinou que a pena seja cumprida no local próprio para pessoas que detêm o curso superior e que seja dada a Roberto Elísio Coutinho a oportunidade de fazer o tratamento que ele alega precisar, permitindo-lhe o acesso aos médicos e outros profissionais que necessitar, na própria Penitenciária. Da decisão judicial cabe recurso no prazo de cinco dias.

Entenda o caso
Conforme consta na denúncia, no dia 23 de maio de 2017, o filho do acusado e neto da vítima registrou boletim de ocorrência na Delegacia de Proteção ao Idoso, acusando o denunciado de agredir fisica e psicologicamente a vítima, prevalecendo-se do estado senil dela.
Consta nos autos também que desde o início de janeiro deste ano foram gravadas pela então companheira de Roberto Elísio Coutinho, no total de 11 vídeos, imagens mostrando o acusado torturando a própria mãe, submetendo-a a castigos com emprego de violência e grave ameaça, de modo a lhe causar intenso sofrimento físico e mental, com xingamentos e palavras de baixo calão, além de tapas, empurrões puxões de braços e com auxílio de instrumentos contundentes, conforme laudo de lesão corporal, atestando a ofensa à integridade física e à saúde da vítima. Os vídeos foram enviados ao neto da vítima.

De acordo com o denunciante, desde 1999 o agressor, aproveitando-se da confiança, depois do estado de saúde fragilizado da mãe, durante anos, expôs a integridade física e psíquica da vítima, submetendo-a a condições desumanas e degradantes, ao privá-la de cuidados fundamentais. Informou, ainda, que somente em agosto de 2015, a idosa foi diagnosticada portadora de Alzheimer, porque o filho não “aceitava a doença da mãe”. Segundo a denúncia, “na frente de outras pessoas, o denunciado fazia-se carinhoso com a vítima, contudo, no interior da residência agredia facilmente a idosa”.

Ainda de acordo com os autos, Roberto Elísio, sob o pretexto de que cuidava da mãe, não trabalhava, passava o dia em casa consumindo bebida alcoolica, além de explorar a idosa financeiramente, conforme mostram os extratos bancários anexados ao processo. Ele também fazia empréstimos em nome da vítima e deixou de pagar o plano de saúde dela desde janeiro de 2017. Constam nos autos documentos comprovando que o denunciado apropriou-se indevidamente de muito dinheiro da mãe dele.

No dia 26 de maio de 2017 a juíza Oriana Gomes decretou a prisão preventiva de acusado e determinou medidas protetivas em benefício da vitima. No dia 12 de junho a 1ª Promotoria de Justiça de Defesa do Idoso de São Luís denunciou Roberto Elísio Coutinho de Freitas pelos crimes de tortura qualificada, maus tratos físicos e psíquicos, retardar ou dificultar a assistência à saúde de pessoa idosa e apropriação indevida de rendimentos e bens de pessoa idosa, sendo a prisão mantida pela magistrada. No dia 08 de agosto foi realizada a audiência de instrução e julgamento em que foram ouvidas as testemunhas e o acusado.

Silvio Santos cria conta no Twitter para detonar famosos

O próprio Silvio Santos escreveu um texto que se destacou na web antes de solicitar que alguém o digitasse em seu nome. Além disso, exigiu que o conteúdo fosse lido ao vivo durante o programa “Fofocalizando”

939 vagas abertas em Prefeitura

Concurso da Prefeitura de Goiânia, Goiás, oferece mais de 900 vagas para cargos de níveis médio e superior, com vencimentos de até R$ 3.087,68

"Loirinho" é preso após ser caguetado pelo zap zap

Suspeito de tráfico de drogas é preso no bairro Cantinho do Céu após denúncias de “zap zap”. A polícia ainda cumpriu mandado de prisão contra ele pelo mesmo crime

PM captura "Pit Bull" no Parque Vitória

O Batalhão de Choque conseguiu prender Leonardo de Souza dos Santos, o Léo “ Pit Bull”, de 27 anos, suspeito pelo crime de tráfico de drogas

Banco abre 350 oportunidades

O perfil de profissional buscado pela instituição financeira é de pessoas empreendedoras, com paixão pelo trabalho, garra, forte orientação ao cliente e capacidade de entrega de resultados

1.000 vagas estão abertas na PM

Estão abertas as inscrições ao concurso da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, que visa preencher 1.000 vagas de nível médio

Criança de 11 anos é apreendida com drogas

Um adolescente de 16 anos e uma criança apenas de 11 anos, foram detidos com drogas, na Vila Brasil, bairro localizado na capital maranhense

Bando é detido por assalto a loja

Investigações culminam na prisão de quatrilha que assaltou loja em São José de Ribamar. Polícia ainda procura um dos envolvidos

Suspeito de matar radialista é preso após investigação

Investigação da polícia maranhense culmina na prisão de homem suspeito de assassinar radialista a facadas, em Coelho Neto

Ludmilla levou mochila de dinheiro para escola

A cantora Ludmilla revelou que levou mochila de dinheiro para escola para provar que era famosa. Ela disse que não era famosa no Rio de Janeiro

Comer somente a clara ou ovo inteiro?

Com gema ou só a clara? Estudo aponta qual a melhor fonte de proteína no ovo para ganhar músculos. Confira o resultado!

Famílias que instalam kit digital concorrem a prêmios

Campanha Instalação Premiada tem o objetivo de estimular famílias de baixa renda a instalarem a antena digital

Prefeitura abre 131 vagas em concurso

Com salários de até R$ 6 mil, a Prefeitura de Magalhães de Almeida, no Maranhão, oferta mais de 130 vagas para cargos de todos os níveis de ensino

'Preso' bota tornozeleira na namorada de 14 anos

A tornozeleira era para estar em Ismael da Silva Miranda, de 19 anos, mas ele colocou na namora de 14 anos e ainda postou foto nas redes sociais

Ladrões abrem túmulo para roubar joias de defunto

Bandidos violam sepultura, retiram cadáver de uma senhora para roubar joias. Polícia investiga o caso que aconteceu no interior do Maranhão

VEJA MAIS