Crimes violentos

Segurança mata colega e tira a própria vida

Segurança da Caixa Econômica atira em colega de trabalho e depois tira a própria vida. O caso ocorreu na cidade de Grajaú

João Paulo atirou em Eraldo e depois tirou a própria vida

Um fato ainda que não foi totalmente explicado deixa a população da cidade de Grajaú em pânico, pois dois seguranças que trabalhavam na Caixa Econômica Federal (CEF) da cidade de Grajaú morreram após uma troca de tiros dentro da agência.

O caso ocorreu no início da noite da segunda-feira (18). As vítimas foram identificadas como Eraldo Viana Nogueira e João Paulo Jorge da Silva.

Segundo informações, João Paulo estaria passando por um momento difícil em sua vida, um início de depressão. Essa é a primeira linha de investigação usada pela polícia.

Os dois estavam juntos de plantão, quando João Paulo sacou a arma e atirou em Eraldo. Mesmo baleado, Eraldo ainda conseguiu disparar contra o colega de trabalho, mas não chegou a atingi-lo.

A Polícia Militar foi acionada imediatamente. Ao perceber a chegada da PM, João Paulo atirou nele mesmo, tentando tirar a própria vida. Os dois foram socorridos ainda com vida e encaminhados para o Hospital Regional de Grajaú, mas ambos não resistiram aos ferimentos e morreram.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS