Temporada 2017

Moto jogou 36 vezes e venceu 10 jogos

Papão do Norte disputou quatro competições na Temporada 2017 e conseguiu apenas 36% de aproveitamento geral. Foram 10 vitórias, 17 derrotas e nove empates

Papão do Norte teve 36% de aproveitamento na temporada 2017

Com um final triste, o Moto Club encerra as atividades na temporada 2017, pois com o rebaixamento da equipe para a Série D do Campeonato Brasileiro, o time rubro-negro não tem mais competições a disputar neste ano.
Em 2017 o Papão do Norte disputou quatro competições, sendo Campeonato Maranhense, onde defendia o título, Copa do Nordeste, Copa do Brasil e Série C do Campeonato Brasileiro.
Ao todo foram 36 partidas, sendo que vence 10 jogos, empatou nove e perdeu 17, com um aproveitamento geral de 36,11%. Em todo o ano, marcou 44 gols e sofreu 50, com saldo negativo de seis gols.
Por competição, a primeira pode ser analisada pelo Maranhense 2017, onde o time jogou 11 vezes, cinco vitórias, dois empates e quatro derrotas, com 51% de aproveitamento, marcando 19 gols e sofrendo 14, com saldo positivo de 5 gols positivos. Essa foi a melhor competição disputada pelo Papão na temporada.
Na Copa do Brasil, o Papão fez apenas uma partida. O São Paulo veio a São Luís e venceu o Rubro-Negro por 1 x 0, no Castelão, desclassificando o time maranhense.
A Copa do Nordeste foi outra competição que o Moto não conseguiu vencer ninguém. O time não passou da fase de grupos, pois foram confrontos com equipes como Bahia, Fortaleza e Altos.
O Moto ficou em último colocado marcando apenas dois pontos, sofrendo quatro derrotas e empatando duas vezes. Dos 18 pontos disputados, o Papão marcou apenas dois, com 11,11% de aproveitamento.
A Série C do Brasileiro, a competição mais importante da temporada para o Moto Club só acompanhou o resultado dos certames que vieram antes. O Rubro-Negro fez 18 partidas, com 54 pontos em disputa.
Conquistou 20 pontos com cinco vitórias, cinco empates e oito derrotas. O aproveitamento do Papão foi de 37,03%, com 18 gols marcados e 20 sofridos, ficando saldo negativo de dois gols.
Técnicos do Papão
O Moto Club iniciou a temporada com o técnico campeão Maranhense 2016 e do acesso. Ruy Scarpino foi demitido ainda no Estadual. Ele foi substituído interinamente por Marcinho Guerreiro, que ficou até a chegada de Marcelo Vilar. Vilar também não conseguiu bons resultados a frente do Rubro-Negro e seguiu o mesmo caminho de Scarpino. Marcinho voltou a assumir a equipe temporariamente. Por último chegou Leston Júnior, técnico jovem que teve bons trabalhos em equipes mineiras. Mais uma vez foi demitido e Marcinho ficou como comandante do Papão até o fim da temporada.
VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS