Com apoio de Taffarel

Alisson recebeu apoio para permanecer na seleção

Goleiro revela apoio do tetracampeão de Tite para permanecer como titular da seleção brasileira e comemora disputar mesmo Campeonato do Italiano

Reprodução

Alisson recebeu nas últimas semanas as maiores manifestações de apoio possíveis para um goleiro da seleção brasileira: do técnico Tite e do preparador Taffarel, as pessoas mais importante na escolha do dono da posição. Agora titular também da Roma, o camisa 1 acredita que, com a classificação para a Copa do Mundo já assegurada, o Brasil deve se comportar como se o torneio mais importante do planeta já tivesse começado. “É importante dar continuidade ao que vem sendo muito bem feito. É um momento em que vamos colocando no nosso coração e na nossa cabeça que já começamos a Copa. Ela começa agora. É um momento importante para mim, de afirmação na Roma, titular. Ficarei feliz se puder continuar nesse caminho e chegar bem ao Mundial”, afirmou.

No fim da temporada passada, Alisson ouviu de Tite que precisaria ter mais ritmo de jogo, já que ele até então só era titular da Roma nas copas, e não na liga. Ao mesmo tempo, o técnico e o preparador de goleiros Taffarel lhe deram total respaldo para se manter no gol da Seleção. “O Taffarel sempre demonstrou confiança grande, foi muito importante ter o apoio dele. É um cara muito tranquilo, transparece isso. E com o Tite foram poucas conversas, mas ele me falou para procurar o melhor, estar jogando. Eu já sabia qual seria o planejamento da Roma, que teria mais oportunidades. Esse foi o conselho dele, procurar ter ritmo de jogo. Fico feliz pela confiança e apoio”.

Na Roma, Alisson compete pelo título com uma de suas principais inspirações: o italiano Gianluigi Buffon, que poderá disputar em 2018 sua sexta Copa do Mundo, um recorde absoluto. “Espero fazer um grande trabalho e chegar pelo menos próximo do que esses grandes goleiros chegaram. Buffon, Neuer, são grandes goleiros, consagrados. Eu aprendo muito olhando para eles, são duas inspirações. Jogo no mesmo campeonato que o Buffon, que sempre foi uma das maiores inspirações, um goleiro que sempre gostei muito”, afirmou o goleiro titular da Seleção.

FICHA TÉCNICA
– Jogo: Brasil x Equador

– Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

– Horário: 21h45 (de Brasília).

– Provável escalação: Alisson, Daniel Alves, Marquinhos, Miranda e Marcelo; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Willian e Neymar; Gabriel Jesus.

– Pendurados: Miranda, Marcelo, Filipe Luís, Casemiro, Fernandinho, Giuliano, Paulinho e Renato Augusto.

– Arbitragem: Mario Díaz de Vivar, auxiliado por Milciades Saldivar e Rodney Aquino (todos do Paraguai).

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS