Assassinatos

Três pessoas são assassinadas na Grande Ilha de São Luís

Três homens são mortos nesta quinta-feira (3), na região metropolitana de São Luís. Os crimes foram cometidos a tiros e facadas. A polícia investiga todos os casos

Uma das vítimas foi um flanelinha assassinado a facadas nas proximidades da Av. Litorânea

Vários crimes de homicídios foram registrados, nesta quinta-feira (3), na capital e região metropolitana de São Luís. Pelo menos três homens foram mortos em bairros diferentes a tiros e facadas. Até o fim dessa edição apenas uma das vítimas foi identificada, contudo policiais e institutos da capital já trabalham na solução dos crimes.

Avenida Litorânea
Pela segunda vez a região, que seria para uma área de lazer e um local para um bom passeio, se torna cenário da violência. Na praia de São Marcos, nas próximidades da Praça dos Pescadores, na Avenida Litorânea, populares encontraram o corpo de um homem, com perfuração de facas. A Polícia Militar foi ao local e constatou a veracidade do fato.
De acordo com informações preliminares a vítima seria flanelinha bastante conhecido que trabalhava na Avenida Litorânea. O suspeito de matar o rapaz também seria outro flanelinha e a motivação do crime possivelmente teria sido um desentendimento entre os dois, ocorrida ainda durante a madruga. Um rastro de sangue foi encontrado próximo ao cadáver. A polícia fez buscas no local com o objetivo de encontrar o suspeito do homicídio, mas não obteve êxito. A Superintendência Estadual de Investigações de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) já está trabalhando no caso no intuito de buscar o autor e a motivação do assassinado.

Altos do Calhau
O corpo de um homem não identificado foi encontrado na manhã da última quinta-feira (03), nas proximidades de uma Avenida do bairro Altos do Calhau, em São Luís. A polícia esteve no local recolhendo informações, porém ainda não tem pistas sobre os possíveis assassinos e nem sobre a motivação do crime. Segundo informações de populares a vítima era morador e rua e geralmente dormia pela região das praias. A Superintendência Estadual de Investigações de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) já está trabalhando no caso no intuito de buscar o autor e a motivação do assassinado.

Cidade Verde
Outro crime bárbaro aconteceu no bairro cidade verde região metropolitana da capital. O ajudante de pedreiro e também encanador José Profiro da Silva Lima, de 49 anos, foi morto brutalmente por bandidos dentro de um banheiro enquanto trabalhava. Segundo informações, ele seria usuário de drogas e para manter o vício ele fazia “bicos” como encanador. A Superintendência Estadual de Investigações de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP) já está trabalhando no caso no intuito de buscar o autor e a motivação do assassinato. Segundo a Delegacia de Homicídios, indícios apontam que crime se trata de um acerto de contas, pois a vítima possivelmente devia aos traficantes.

Homem é executado no Tibirizinho
No fim da tarde da última quarta-feira (2), um homem identificado como Antônio Dutra de Souza, mais conhecido como “Olhão”, de 31 anos, foi assassinado a tiros. Os criminosos se aproximaram de Olhão, e sem discussão, sacaram as armas e efetuaram disparos contra a vítima. Os tiros acertaram a região da cabeça do homem, que morreu no local. A Polícia MIlitar foi acionada e ao chegar no local encontraram o corpo de Antônio. Os primeiros levantamentos foram realizados e o crime será investigado pela Superintendência Estadual de Investigações de Homicídios e Proteção a Pessoas (SHPP).

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS