Hand spinner

Inmeq recolhe o brinquedo do comércio de São Luís

O brinquedo é contraindicado para crianças com idade inferior a 6 anos, de acordo com o Inmeq-MA, órgão delegado do Inmetro no Maranhão

Os brinquedos recolhidos ostentam o selo de certificação do Inmetro nas embalagens do produto

Cerca de 600 unidades do brinquedo conhecido como hand spinner já foram recolhidas pelo Instituto de Metrologia e Qualidade Industrial do Maranhão (Inmeq-MA) do comércio de São Luís durante esta semana. Em alguns casos, os brinquedos recolhidos ostentam o selo de certificação do Inmetro nas embalagens do produto, porém, pode ser falsificado, uma vez que as informações estão incompletas.

Um dos indícios que reforçam a suspeita de falsificação do selo do Inmetro é que nas embalagens dos brinquedos recolhidos consta a indicação para crianças a partir de 3 anos, contudo o brinquedo é contraindicado para crianças com idade inferior a 6 anos, de acordo com o Inmeq-MA, órgão delegado do Inmetro no Maranhão.

No início desta semana, o Inmeq-MA deflagrou uma operação especial de fiscalização voltada para brinquedos, com foco no hand spinner. A operação ainda está em andamento.

O consumidor deve ficar atento quanto aos perigos que o brinquedo oferece. Existem relatos de acidentes envolvendo o spinner em outros países, principalmente o engasgamento provocado pela ingestão de partes pequenas, como os rolamentos.

O brinquedo possui três pontas, cuja a graça é fazê-lo girar em diversas posições e partes do corpo. Nos modelos movidos a motor, há o risco de engasgamento com as baterias de botão utilizadas no brinquedo. Além dos riscos de acidentes, o Inmeq-MA faz um alerta, principalmente aos pais, o brinquedo não deve ser utilizado por crianças com idade abaixo de seis anos.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS