Prisões

Laboratório de drogas é fechado no bairro do Cohatrac

Trio é preso com drogas em casa que era utilizada como laboratório para o refino, prensa, distribuição e venda de cocaína e maconha. O caso foi registrado em condomínio de quitinetes no Cohatrac

Os suspeitos foram presos com maconha, cocaína e material para preparo da droga

O serviço de inteligência da Polícia militar desarticulou, no bairro do Cohatrac, uma espécie de laboratório para o refino, prensa, distribuição e venda de cocaína e maconha. Ao todo três pessoas, identificadas como Uberlan Rodrigues Sousa, Juciene Alexandre da Silva e José Cicero Izidoro Lima, foram conduzidas, suspeitas por serem proprietárias do estabelecimento.

A polícia chegou até a “fábrica” de entorpecentes após algumas denúncias. A partir daí, equipes GSA do 6º BPM e GSA da DIAE equipe 02, passaram a monitorar o endereço por algum tempo, onde foi possível identificar os envolvidos e a movimentação do tráfico.

Desta forma foram abordados em duas quitinetes, no Condomínio Rio Jordão. Na primeira quitinete, em posse de Juciene e José Cícero, foi possível fazer a apreensão de duas barras prensadas de pasta base de cocaína, pesando aproximadamente 2,090 kg, que estavam dentro de uma mochila preta, juntamente com uma balança de precisão.

Na residência seguinte, pertencente à Uberlan Rodrigues Sousa, foram encontrados na geladeira da residência dois tabletes prensados de maconha pesando 298 gramas e outros materiais ilícitos.

Também foi feita a apreensão de dois maquinários utilizados para fazer a prensa é compactação da droga. Diante dos fatos, foi dada a voz de prisão ao trio e logo em seguida apresentados na Superintendência Estadual de Combate ao Narcotráfico (Senarc), onde foram autuados em flagrante pelo crime de tráfico, associação para o tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS