Qualificação

Governo do MA abre mais de 4 mil vagas em cursos

Os interessados devem efetuar suas inscrições até o dia 27 deste mês. O candidato deve comparecer à unidade vocacional do Iema de seu município e se inscrever no curso ou oficina desejada

Os candidatos inscritos deverão confirmar matrícula nos dias 28 a 31 de julho deste ano

Visando a formação profissional de jovens e adultos, planejada com as demandas dos setores produtivos locais e regionais, o Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), lançou o edital de inscrição para os cursos na modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC) e Oficinas Presenciais do Instituto de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (Iema).

Os interessados devem efetuar suas inscrições até o dia 27 deste mês no endereço eletrônico www.secti.ma.gov.br, e www.iema.ma.gov.br. O candidato deve comparecer à unidade vocacional do Iema de seu município e se inscrever no curso ou oficina desejada munido de documentação básica (CPF, RG). Os candidatos inscritos deverão confirmar matrícula nos dias 28 a 31 de julho deste ano.

A carga horária dos cursos FICs é de 160 horas a 400 horas e das oficinas de 40 horas a 120 horas. A ação, segundo enfatizou o secretário de Estado da Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Jhonatan Almada, visa promover a formação profissional articulada aos setores produtivos locais e regionais dos municípios. Todos os cursos têm disciplinas com foco no empreendedorismo e no negócio para que o aluno sinta-se seguro para abrir um negócio e se inserir em uma atividade econômica.

“Educação e renda são pilares do IDH. Com a oferta desses cursos, o Iema consegue atingir esses dois pilares importantes para a melhoria da qualidade de vida da população desses municípios”, destacou o secretário.

De acordo com o secretário-adjunto de Educação Profissional, Tecnológica e Inclusão Social, André Bello, é de grande importância que a população maranhense procure os cursos para que a formação seja iniciada. “As oficinas e os cursos são importantes, pois visam capacitar os maranhenses de uma forma muito mais rápida e reintroduzir ou introduzir esse cidadão no mercado de trabalho”, disse.

Os cursos e oficinas visam atender às demandas existentes de formação profissional, tendo em vista sua inserção produtiva na perspectiva de melhorar os indicadores econômicos e sociais do Maranhão, bem como contribuir para o acesso de jovens e adultos ao mercado de trabalho mediante a formação profissional técnica.

“Outra vertente da capacitação é que os alunos podem usar suas formações para aumentar sua própria renda, assim quando terminarem os cursos já estarão capacitados para fazer alguma atividade econômica nessa linha, esse é um dos focos dessa iniciativa, a geração de renda”, acrescentou André.

As oficinas serão realizadas nas unidades vocacionais, onde são ofertados diversos cursos para cada polo. Em Açailândia, haverá curso de cuidador de pessoas com deficiência, inglês básico e corte e costura. Em Alcântara, inglês intermediário, agricultura orgânica e condutor de turismo em espaços culturais locais. Para a região dos Cocais, especificamente no município de Caxias, os cursos serão de estética, panificação e confeitaria e inglês básico.

Em Imperatriz, estão programados os cursos de silvicultura, informática básica, paisagismo e inglês básico e intermediário. Codó terá mecânico de motocicleta, estética e inglês avançado. Em Carolina, as oportunidades são para quem está interessado em obter qualificação nas áreas de preparador de doces e conservas, desenvolvedor de aplicativos para web e guia de turismo local.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS