Opção cultural

Feirinha São Luís é mais um ponto de lazer para a Ilha

Sexta edição da Feirinha São Luís acontece neste domingo, dia 16, com opções de lazer e produtos na Praça Benedito Leite, no Centro

A Feirinha São Luís é mais uma opção de lazer para a população

Aquecendo o Centro Histórico aos domingos, a Feirinha São Luís já é ponto de compra, lazer e diversão de famílias, amigos e turistas que visitam a capital maranhense. Motivo para visitar o espaço montado na Praça Benedito Leite é o que não falta: abastecer a geladeira de produtos agroecológicos cultivados na região metropolitana, encontrar artesanato e livros ou apreciar o melhor da gastronomia popular e regional. Dando continuidade ao programa neste domingo, acontece a sexta edição do evento que começa às 7h e se estende até às 15h.

O titular da Secretaria de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa), Ivaldo Rodrigues, destacou que a Feirinha abre espaço para atrações dos mais diferentes estilos, respeitando todas a variedades culturais que o Maranhão tem. “O principal objetivo da Feirinha é a divulgação e comercialização da produção agrícola familiar da capital, mas no espaço unimos diversos produtos e setores, para consolidar um projeto de sucesso, que causa surpresa à cada edição pela quantidade crescente do público, e queremos agradar a todos”, disse o secretário.

Programação cultural 
Nesta sexta edição a Feirinha São Luís terá uma programação cultural bem diversificada. Quem começa a fazer o som na Praça Benedito Leite, às 8h, é a Banda da Feirinha; na sequência, às 9h, Juan Rodrigo com o projeto Café com Vinil; 10h entra o Grupo Deu Branco com chorinho; às 11h tem a Cia Batuk ao som de bumba meu boi. Ao meio dia, quem anima a festa é o Boi de Morros, que segue às 13h com os tambores aquecidos do Tambor de Crioula do Mestre Amaral; às 14h o Forró Pé-no-Chão encerra a programação.

Flávio Alencar, presidente da Cia de Dança Encantar e que fez parte da programação cultural da edição anterior, comentou que em dez anos do grupo, foi a primeira vez que se apresentou durante o dia. “O público é grande, e cooperou bastante para essa grande festa. Todo mundo veio com vontade de dançar! Era necessário um projeto como esse para fomentar ainda mais a cultura do nosso Estado” destacou Flávio Alencar.

Gastronomia 
Regivan Lima de Morais, mais conhecido como “Abençoado”, comanda uma das barracas sucesso de vendas e público, a Rei do Beiju Recheado, que existe há 18 anos, e explica que o bom atendimento é o principal ingrediente.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS