Jardim Turu

Moradores do Jardim Turú passam por problemas na infraestrutura

Crateras e ruas intrafegáveis, mato alto e lixo espalhado são apenas alguns dos problemas do bairro Jardim Turu, no município de São José de Ribamar.

Por: Luis Furtado
Foto: Honório Moreira

 

“É melhor se preparar para um verdadeiro rali!” Esse é um consenso que a maioria dos moradores do bairro Jardim Turú, em São José de Ribamar, tem tido ultimamente ao passar pelas ruas do bairro.

Os moradores do bairro com 12 ruas, todas com saída para a Avenida Nossa Senhora da Vitória, reclamam da falta de infraestrutura e abandono que o poder público tem cometido em relação ao estado em que se encontram as ruas.

Buracos que se transformaram em crateras, mato e lixo são os principais problemas enfrentados pelos moradores e pessoas que precisam circular pelo bairro. Em algumas ruas o trânsito de carros está completamente impossibilitado, por conta dos buracos que foram se formando devido a ação das últimas chuvas.
Na Rua L, o motorista de caminhão Hélio Dias, diz que precisa estacionar o carro na avenida e subir andando até chegar em casa. “Aqui não passa. Se eu forçar vou ter prejuízos no caminhão. Não passa carro nenhum, até moto tem que ter cuidado”. Hélio diz também que a coleta de lixo só passa na avenida principal, e que todos os moradores tem que descer com o lixo e depositar em um espaço que está se tornando um lixão, com ratos e urubus. “Ali embaixo está uma nojeira, porque vem um cachorro e rasga o saco, espalha tudo ali. Aqui até se chamar uma ambulância não vai subir”, aponta Hélio.

Foto: Honório Moreira/O Imparcial

Alguns moradores resolveram por conta própria amenizar os problemas dos buracos, pagando serviços particulares de raspagem e compactação de terra. O professor Marcos Mendes conta indignando que as ruas parecem abandonadas. “Aqui parece que ninguém faz nada, se não forem os moradores se organizar para tentar minimizar a situação ninguém mais saía de casa. Eu já tive que por duas vezes trocar peças do carro que quebraram, e isso por que a minha rua não é das piores, já que gastamos um dinheirão para tentar arrumar”.

Marcos é morador da Rua M, e completa que os moradores estão perplexos pela cobrança do IPTU (Imposto Sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana) que foi recebida nos últimos dias, em duas parcelas de R$ 46 reais. “É muita cara de pau cobrar IPTU aqui, não se faz nada, as ruas então só buracos, mas o carnê eles souberam enviar”, reclama o professor Marcos.
O prejuízo é também para os comerciantes do bairro. Segundo o funcionário de uma loja de materiais de construção, José Maria Dutra, constantemente o dono tem que ficar pagando serviços para diminuir as crateras em frente ao estabelecimento. “Aqui de vez em quando ele paga para botar brita, entulho, tudo para tapar esses buracos aqui. Quando chove fica um lago em frente, e isso atrapalha demais as vendas até para sair material daqui é difícil”, explica José.

Protesto por melhoria
Em abril deste ano moradores do Jardim Turú, juntamente com os de bairros adjacentes como Alto do Turú, Nova Miritiua, Parque Jair e Alto do Itapiracó realizaram um protesto fechando a Avenida Nossa Senhora da Vitória, principal acesso ao Parque Vitória. A reivindicação da época era por obras para melhoria de infraestrutura do bairro, no transporte público e no serviço de coleta de lixo.

Porém, a insatisfação continua, pois segundo os moradores, nada foi resolvido e a cada dia fica mais difícil andar pelo bairro. O operador de elevador, Welton Pacheco diz que precisa ter atenção redobrada ao andar com sua motocicleta, pois às vezes o mato alto esconde buracos. “Aqui tem rua que carro não sobe de jeito nenhum, e de moto o perigo é cair. Quando chove não se vê os buracos, e o mato também esconde”.

Welton destaca ainda que outro problema são os lixões que estão se formando na entrada das ruas por conta de os moradores precisarem colocar todo o lixo nesses locais, única passagem dos caminhões de coleta. “O pessoal da rua tem que descer até a entrada ali, e aí vão jogando todo o lixo lá e vai ficando aquela porcaria, daqui a pouco está um lixão. Mesmo quando o caminhão de lixo passa, fica o fedor e a sujeira lá”, lamenta Welton.

Prefeitura responde
Por meio de nota, a prefeitura de São José de Ribamar informou que já existe uma equipe destacada e trabalhando para minimizar os problemas causados pela falta de manutenção, não apenas nas ruas do Conjunto Jardim Turú, como em todo o município. Informa ainda que o Conjunto e a Rua L, citados na matéria, deverão nos próximos dias receber intervenções paliativas em razão das fortes chuvas do período, e tão logo venham a cessar, será realizado serviço de ordem definitiva.

“Aqui parece que ninguém faz nada, se não forem os moradores se organizar para tentar minimizar a situação ninguém mais saía de casa. Eu já tive que por duas vezes trocar peças do carro que quebraram, e isso por que a minha rua não é das piores, já que gastamos um dinheirão para tentar arrumar”.
Marcos Mendes, professor

“Aqui não passa meu caminhão. Se eu forçar vou ter prejuízos. Não passa carro nenhum, até moto tem que ter cuidado”.
Hélio Dias, motorista de caminhão

“O pessoal da rua tem que descer até a entrada ali, e aí vão jogando todo o lixo lá e vai ficando aquela porcaria, daqui a pouco está um lixão. Mesmo quando o caminhão de lixo passa, fica o fedor e a sujeira lá”.
Welton Pacheco, operador de elevador

Fátima Bernardes paga 'mico' ao vivo durante programa

Apresentadora Fátima Bernardes desafina ao cantar Rita Lee no ‘Encontro’, mas recebe elogios mesmo assim. O mico aconteceu ao vivo

Sampaio Corrêa conhece todos os adversários da Série B

Sampaio conhece todos os adversários na Série B de 2018. Edição da Série B de 2018 contará com sete times da Região Sul, cinco do Sudeste, quatro do Nordeste, Três do centro-oeste e um do Norte

Não perca! Concurso abre mais de 3 mil vagas

Secretaria da Administração do Estado da Bahia (SAEB) e a Secretaria da Educação (SEE) abrem Concurso Público com mais de 3 mil vagas

Modelo considera tirar um de seus olhos após tatuagem

Apenas algumas horas após seu ex-namorado injetar a tinta roxa em seu olho esquerdo, o líquido começou a escorrer pelo seu rosto e deixou a região do olho inchada

"Prefeita Ostentação" é condenada a 14 anos de prisão

Ex-prefeita Lidiane Leite é condenada a 14 anos de prisão em regime fechado. Ela tem envolvimento em participação em esquema fraudulento em licitações referente a serviço funerário

Homem é preso com crack e munições

Durante revista foram encontrados aproximadamente 165 gramas de substância semelhante a crack, três cabeças de crack, 11 munições intactas calibre 380, quatro munições intactas calibre 32

Suspeitos de assalto são detidos no Araçagi

Polícia prende duas pessoas suspeitas de envolvimento em roubos no bairro do Araçagi, em Paço do Lumiar. Um deles estava preso no Complexo de Pedrinhas

Veja os benefícios do caldo de cana

Você conhece todos os benefícios do caldo de cana para a saúde? Ele, que também é chamado de garapa, é bom pra que? Saiba tudo isso e muito mais a partir de hoje!

Aos 47 anos, atriz enlouquece internautas

A imagem feita para um ensaio que saiu em 2013 ressaltava a beleza e a boa forma da artista da TV Globo que costuma atrair olhares por onde passa

Shailison reforça ataque do Moto Club em 2018

Além do Peixe Pedra, Shailison teve passagens por MAC, Cordino, Imperatriz. O atacante está em Pinheiro junto com todo o grupo do Papão

Sampaio Corrêa apresenta novos jogadores para 2018

Sampaio Corrêa apresenta elenco que vai disputar a temporada 2018. O Tricolor vai disputar Campeonato Maranhense, Copa do Brasil, Copa do Nordeste e Série B do Campeonato Brasileiro

170 vagas e salários de R$ 4,4 mil no Detran

Com salários de até R$ 4.400, Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) está com concurso aberto. As inscrições vão até dia 18 de janeiro de 2018

Conheça dicas de como estudar para concurso

O Aqui-MA vai mostrar estratégias e dicas certeiras para você aperfeiçoar seus estudos e te fazer sair na frente de muitos concorrentes

42 suspeitos de tráfico são presos pela Senarc

Megaoperação culmina na prisão de 42 pessoas ligadas ao tráfico de drogas no Maranhão. A quadrilha já tinha movimentado duas toneladas de drogas no estado

"Fábrica" de cocaína é fechada e três pessoas presas

Operação da polícia fecha laboratório de mistura, refino e distribuição de cocaína, no bairro do Anil. Três pessoas foram presas na ação

VEJA MAIS