João Paulo

Cerca de 500 feirantes são realocados na feira

A operação estava sendo planejada há duas pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa).

Reprodução

Cerca de 500 feirantes foram realocados, na manhã desta sexta-feira (2), no mercado municipal do João Paulo, em São Luís. Eles foram deslocados da feira que tinha se instalado na Avenida São Marçal, para a Rua Projetada, fundindo-se, assim, com o tradicional mercado já existente. A operação estava sendo planejada há duas pela Secretaria Municipal de Agricultura, Pesca e Abastecimento (Semapa). “Acabou a feira da Avenida São Marçal. Agora nós temos só o Mercado do João Paulo”, sintetizou o secretário Ivaldo Rodrigues, da Semapa, que esteve com cerca de 50 fiscais nesta operação. “O foco da operação é evitar obstrução do espaço público, causado pela desorganização de barracas e de mercadorias dispostas no chão, ocupando irregularmente as calçadas”, explicou.
Apesar de todos os feirantes terem sido realocados sem tumulto, alguns não gostaram da ideia logo de cara. “No começo a gente acha ruim, porque os clientes já se acostumam com a gente em um lugar. Mas eles [os fiscais] explicam que é para melhorar o trânsito, para organizar, aí a gente aceita porque acaba melhorando pra todo mundo”, disse a feirante Maria de Lourdes, de 46 anos. “É até melhor ter mudado para cá mesmo, porque na rua tava atrapalhando. Ficava muito sujo lá, com folha de alface, tomate, essas coisas no chão. E lá é avenida, passa carro, atrapalha o trânsito”, opinou o cliente Francisco de Assis, que frequenta o comércio diariamente.
As fiscalizações são realizadas em parceria com Blitz Urbana, órgão vinculado à Secretaria Municipal de Urbanismo e Habitação (Semurh), Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT), Vigilância Sanitária Municipal, Ministério Público Estadual e Polícia Militar.

MOSTRAR MAIS