10kg de xila

Mulher é presa com cerca de 10 quilos de maconha

A droga estava vindo do estado de Goiás

Reprodução

Em ação inibidora contra o tráfico de entorpecentes, a Superintendência Estadual de Repressão ao Narcotráfico (Senarc) apresentou, na manhã desta quinta-feira (25), Maria de Fátima Andrade, de 35 anos. Ela foi presa por suspeitas de comercialização de drogas. Ela foi flagrada com 10 kg de entorpecentes, orinuda da cidade de Davinopolis-GO, com destino para a cidade de São Luís.
Durante a apresentação, o delegado Valdenor Viegas ressaltou que a prisão se deu quando a Maria de Fátima estava retornando do município de Imperatriz com a droga. O delegado revelou que a ação policial iniciou após denúncia anônima a qual denunciava o transporte da droga.
As informações davam conta de que uma mulher estava saindo de um ônibus em direção ao município de Vargem Grande. Ela foi flagrada nas proximidades d de Itapecuru-MA e, ao descer com os entorpecentes foi detida. “Maria de Fátima Andrade estava saindo da cidade de Imperatriz em um coletivo urbano, o qual faz linha da cidade de Davinopolis-GO, para a cidade de São Luís. Ela teria descido do ônibus, no trecho conhecido como Entroncamento, nas proximidades de Itapecuru-Mirim. Os entorpecentes estavam acondicionados em uma mochila, em oito tabletes, totalizando cerca de 10kg de maconha prensada”, revelou o delegado Valdenor Viegas.
Após a prisão, Maria de Fátima Andrade foi encaminhada até a sede da Senarc, em São Luís, onde fora apresentada à imprensa e depois autuada pelo crime de tráfico de entorpecente, onde permanecerá à disposição da Justiça.

VER COMENTÁRIOS
MOSTRAR MAIS